Publicado por: Keyla Cristina | 31 maio, 2008

Devocional – Dia 1 – Sua Santidade Pessoal

Introdução

Você está nervoso, e certamente quem não estaria? Daqui a alguns momentos você estará atravessando aquela porta e terá uma das mais importantes entrevistas de sua vida – para aquele trabalho que você sempre sonhou. Firme em suas mãos está o seu currículo mais atualizado (você o terminou na noite passada) e na outra mão você tem amostras dos seus melhores trabalhos.

A entrevista parece estar indo bem até que o vice-presidente pede uma lista de três ou quatro palavras que melhor descreve você como pessoas – fora do trabalho. O que você falaria acerca de você mesmo? Então ele lhe mostra uma série de páginas escritas e sorri, dizendo que ele acabara de ligar para pessoas de sua família e para seus melhores amigos e fizera a eles a mesma pergunta.

Agora pense por um momento, o que seus amigos mais próximos teriam dito de maneira pessoal sobre você – e em apenas três ou quatro palavras? Será que algum deles o teria descrito com a palavra “Santo”? Será que você algum dia pensou nesta palavra? Santo soa com uma palavra estranha – ela é mais para ministros, monges, missionários, mártires. Há exatamente dois dias atrás, eu fiz a mesma pergunta para um grupo de homens, e um deles me disse, que ele nunca tinha sonhado que poderia ser um homem santo.

Mas é exatamente sobre isto que trata esta série de estudos. De fato, sem nenhuma dificuldade ou hesitação, eu gostaria que você soubesse, que a única razão deste curso é: sua santidade pessoal. Não quando você já estiver no céu, ou quando você tiver 90 anos, mas quando estiver no auge da sua vida – como você está, agora, sim, neste momento.

 O que a Bíblia Ensina.

Certamente esta idéia não é minha. A Bíblia revela que este é um mandamento direto do Senhor, onde seu nome está escrito nele.

Segundo é Santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo vosso procedimento, por que está escrito: Sede santos como eu Santo” (1 Pedro 1.15-16)

Apenas poucas palavras. Porém verdades profundas que realmente transformam. Dê uma olhada a rápida e você vai notar um número de assuntos chave: primeiro, é a vontade de Deus que você seja santo. Não o ministro ou a outra pessoa, mas você. Segundo é a vontade de Deus que você seja santo em todo seu procedimento. Não somente santo no domingo, mas também santo na sexta-feira à noite. Terceiro, é a vontade de Deus que você seja santo porque ele mesmo é santo e ele deseja que você seja exatamente com ele é. Tal pai, tal filho.

A Bíblia claramente nos instrui nesta passagem, assim como em muitas outras, que nós devemos ser santos. Primeiro para ser santo e depois agir com santo. Antes do homem tentar ser santo, ele primeiro precisa saber o que a Bíblia pensando acerca da palavra santo.

Literalmente, a raiz da palavra santo significa ser separado. Se em um determinado momento você necessita cortar um pedaço de carne em duas peças e assar uma parte e guardar a outra para outro dia, você está dizendo, de um modo geral, que fez daquela outra parte, uma parte santa.

 

A idéia central da santidade inclui um amplo conceito de separação. Quando algo é separado, ele é separado “de”, como também é separado para alguma coisa. Olhando para o exemplo da carne novamente. Quando você a cortou, você separou um pedaço do todo, e então a separou para o refrigerador.
Para você meditar

Deus quer que você seja uma pessoa santa. Na raiz central, então, o que está por trás da vontade de Deus para você, é que você seja individualmente separado. Leia isto com novos olhos:

Por isso, retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e eu vos receberei, serei vosso pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso”.

(2 Coríntios 6:17-18 )

Então, meu amigo, o Senhor está chamando-o para fora e para ser separado – e então permanecer em separado das coisas que não são puras e se alegrar no maravilhoso relacionamento paternal com o Deus Todo-Poderoso de uma maneira tão profunda como jamais você experimentou antes.

Deixe me fazer uma pergunta crucial neste momento: Você alguma vez já fez a decisão de buscar santidade pessoal? Não importa o quão longe da santidade você tem estado, ou quão longe de ser santo você está neste exato momento. Você pode hoje iniciar novamente. Um novo começo. Deixar de fora o velho e colocar para dentro o novo. Talvez, a melhor forma de inaugurarmos este novo início com o Senhor é orar e dizer a Ele do nosso honesto desejo de ser uma pessoa santa, e pedir para Ele para capacitá-lo pela sua Graça e pelo Espírito Santo.

 

 

Texto do Pr. Eduardo Arata

Retirado de: Cartas de Patmos 

Que Deus abençoe a todos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: